segunda-feira, Novembro 23, 2009

Quinta da Gaivosa Vinha Lordelo 07

Tinta Amarela, Sousão, Touriga Nacional entre outras compõem mais uma poética edição deste grande duriense.
Vinhas com mais de 100 anos dão o seu contributo.
Estagiou 15 Meses em barricas novas de Carvalho Francês (Allier) e ficou 12 meses em garrafa.
O de 2005 tem Medalha de Ouro no International Wine Challenge 2008 e este de 2007 tem 18 valores da Revista de Vinhos.
Diria que vale a pena esperar!

Vale da Raposa touriga 2007

Da casta nobre Touriga Nacional plantada na Quinta do Vale da Raposa este é um tinto que estagiou 12 Meses em barricas de 2º ano de carvalho francês e permaneceu maus 3 em garrafa.
Com notas de flor de laranjeira, violetas e ameixa preta que na boca fresca e bem estruturada fazem adivinhar o toque especiado.

Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo

Feito a partir das castas tinta roriz, tinta amarela, touriga franca e touriga nacional.
Um tinto elegante, floral e com toque de especiarias.
Na boca é harmonioso e com grande final.
Aqui a touriga é que manda com uma presença de 70%.
Estagiou 17 meses em barricas novas de carvalho francês e 6 meses em cave.
Um tinto denso, encorpado e com taninos equilibrados.
O final é muito longo e aveludado.

Quinta das Marias cuvée TT reserva 07

60% Tinta-Roriz e 40% Touriga-Nacional fermentaram em lagares tradicionais e estagiaram 12 meses em barricas de carvalho francês e americano.
Deste cuvée TT fizeram-se 6.700 garrafas.
Um tinto moderno e com taninos bem vincados.

Bons Ares 2008

Viosinho, rabigato e sauvignon são as castas que dão forma a este branco.
Tem acidez e frescura com notas frutadas e cítricas.
Acompanhe com peixes finos grelhados.

Capela do Vesúvio vintage 2007

Inédito da Quinta do Vesúvio esta é a primeira edição do Capela.
Produziram-se apenas 3.000 garrafas deste porto mais do que seleccionado.
Tem 40% de touriga nacional, 30% de touriga franca e 30% de sousão.
Aqui fica a apreciação de Rui Falcão.

Poeira 2007

A base são as tradicionais castas durienses como a tinta roriz, touriga franca, touriga nacional, sousão e tinta barroca.
A concentração é vincada neste tinto mas a elegância traça-lhe um papel mais preponderante daqui a uns anos.

Borges grande reserva 05

Tinta roriz, touriga nacional , trincadeira e sousão são a base desta grande aposta da Borges.
Reúne a elegância das vinhas velhas e o carácter das vinhas novas fazendo deste um tinto complexo e único.
Já consta nos "Melhores do Ano" do guia de vinhos de João Paulo Martins.

Herdade dos Cadouços

Com uvas biológicas das castas syrah, aragonês e touriga nacional colhidas manualmente e pisadas a pé esta novidade mostra uma cor roxo profundo com aromas de frutos vermelhos.
Elegante e harmonioso.
Memorium Natur tem touriga nacional e syrah. Estagiou 12 meses em barricas novas de carvalho francês e 6 meses em garrafa.
Boa estrutura, concentração e final elegante.
Aragonês, touriga nacional e merlot figuram neste Cadouços Natur.
Um entrada de gama de cor vermelho violáceo, aroma a frutos vermelhos e notas de baunilha. Na boca é equilibrado e complexo.

quinta-feira, Novembro 05, 2009

Quinta dos Carvalhais encruzado 2008

Mais uma edição do já tão conceituado encruzado da Quinta dos Carvalhais.
O aroma aponta para pêssegos e maçãs que se associam a frutos tropicais.
Os 6 meses de estágio em barricas de carvalho novo dão um final elegante e untuoso.
Um branco para durar.